Panos

panos01.jpg

Trabalhando o pano com posponto, para depois se seguir a tintagem.

panos061.jpg

Outro tipo de posponto do pano.

panos_coser1

Cosendo as tiras de tecido. (fotografado circa 1960)
(adaptação de foto, cortesia do Instituto de Investigação Cientifica Tropical, Arquivo Histórico Ultramarino, http://actd.iict.pt/)

panos051.jpg

Operação de tintagem com líquido constituído por água, soda, pau sangue e anil vegetal em pó onde os panos ficam durante dois dias.

panos021.jpg

Pormenor da tintagem. A côr base é o azul muito forte.

panos_exposicao

Exposição dos panos para venda. (fotografado circa 1960)
(adaptação de foto, cortesia do Instituto de Investigação Cientifica Tropical, Arquivo Histórico Ultramarino, http://actd.iict.pt/)

panos032.jpg

Agora a secagem ao ar.

panos_tear

O trabalho no tear. (fotografado circa 1960)
(adaptação de foto, cortesia do Instituto de Investigação Cientifica Tropical, Arquivo Histórico Ultramarino, http://actd.iict.pt/)

panos04.jpg

Por fim os panos são batidos e dobrados. Ora bates tu ora bato eu.

panos_tintagem

Mulheres a tingir os panos. (fotografado circa 1960)
(adaptação de foto, cortesia do Instituto de Investigação Cientifica Tropical, Arquivo Histórico Ultramarino, http://actd.iict.pt/)

panos06.jpg

Carimbos utilizados no processo da estampagem. Ao lado vê-se a frigideira onde se derrete a estearina para molhar o carimbo. Depois os panos são mergulhados na tinta, a seguir fervidos para sair a estearina e assim ficam os desenhos a branco.

panos_tiras

À medida que vão sendo feitas no tear as tiras de tecido são mantidas esticadas. (fotografado circa 1960)
(adaptação de foto, cortesia do Instituto de Investigação Cientifica Tropical, Arquivo Histórico Ultramarino, http://actd.iict.pt/)

panos05.jpg

Depois da estampagem ficam a secar.

panos_venda

Venda de panos num mercado. (fotografado circa 1960)
(adaptação de foto, cortesia do Instituto de Investigação Cientifica Tropical, Arquivo Histórico Ultramarino, http://actd.iict.pt/)

5 Respostas to “Panos”

  1. brikebrok Says:

    Interessantíssimo !
    brikebrok

  2. brikebrok Says:

    […]  Aqui todo o processo de tingidura com anil na Guiné Bissau. Talvez também o H. no seu blog nos possa proximamente mostrar os panos que ele encontrou na Guiné Bissau . […]

  3. Mário Linhares Says:

    Muito interessante mesmo!

  4. Joel Viola Pacheco Says:

    As mulheres, as traves mestras, na família guineense.
    Os homens aparecem para as tarefas mais fáceis.

  5. José Fernandes Cardoso Says:

    Não são em todas as etnias da Guiné que as mulheres se ocupam dos trabalhos mais difíceis porque nas etnias costeiras são os homens que se ocupam das tarefas mais fáceis por exemplo cultivar as bolanhas , pescar no alto mar etc…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: