Cerâmica

ceramica01.jpg

Amassando a argila e fazendo rolos. Ao fundo peças a secar ao ar.

ceramica02.jpg

Construindo a peça com os rolos.

ceramica08.jpg

Bem novos começam a ajudar.

ceramica071.jpg

Não existe roda de oleiro… mas muita paciência. Aqui um “muringo” para guardar água fresca.

ceramica03.jpg

Peças a secar ao ar antes de serem raspadas e depois cozidas no forno. Em primeiro plano à esquerda uma “fiminha”, pote para transportar água, à cabeça, e à direita uma “fena” para cozinhar e mais atrás dois “muringos”.

ceramica04.jpg

Peças a serem raspadas afim de as impermeabilizar.

ceramica05.jpg

Peças a serem colocadas no “forno” que é feito de excrementos de vaca secos, bocados de palmeiras e palha no chão, e por cima são cobertas de paus e capim.

ceramica06.jpg

O “forno” está pronto. É só deitar fogo e esperar que as peças cozam. Os miúdos observam. No horizonte a infindável bolanha.

ceramica091.jpg

Três usos diferentes: o primeiro guardar vinho (“muringo”), o da esquerda fazer arroz (“fonome”) e o do fundo cozinhar (“fena”).

ceramica102.jpg

Silos de vários tamanhos (“fule”) para guardar cereais e frutos. São fabricados por fases secando apenas ao sol, o que lhes confere alguma porosidade. São tapados com uma tampa também de argila.

ceramica_celeiro

Aqui três grandes celeiros. (fotografado circa 1960)
(adaptação de foto, cortesia do Instituto de Investigação Cientifica Tropical, Arquivo Histórico Ultramarino, http://actd.iict.pt/)

ceramica_grandevaso

Um grande vaso. (fotografado circa 1960)
(adaptação de foto, cortesia do Instituto de Investigação Cientifica Tropical, Arquivo HistóricoUltramarino,http://actd.iict.pt/)

ceramica_paramercado

A caminho do mercado cada mulher leva à cabeça 6 vasos. (fotografado circa 1960)
(adaptação de foto, cortesia do Instituto de Investigação Cientifica Tropical, Arquivo Histórico Ultramarino, http://actd.iict.pt/)

ceramica_paravenda

Já no mercado à espera de comprador. (fotografado circa 1960)
(adaptação de foto, cortesia do Instituto de Investigação Cientifica Tropical, Arquivo Histórico Ultramarino, http://actd.iict.pt/)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: